Como a odontopediatria pode ajudar seu filho?

19 de março de 2019

Odonto

A odontopediatria é uma área da odontologia especializada no atendimento de bebês, crianças e adolescentes. Com medidas preventivas e procedimentos e tratamentos específicos, o profissional desse ramo mantém a saúde bucal das crianças e dos jovens hoje, ao mesmo tempo em que previne problemas futuros.

É importante que os pais levem seus filhos à consulta com o odontopediatra, afinal, o acompanhamento desse especialista faz toda a diferença para ajudar os pequenos pacientes a terem qualidade de vida.

Neste artigo, explicamos melhor por que é tão importante consultar-se com um odontopediatra, qual é a diferença dessa especialidade para o atendimento comum, o que acontece nas consultas e como escolher um bom profissional. Continue lendo!

Qual é a diferença entre odontopediatria e odontologia comum?

Assim como outros dentistas, o odontopediatra aplica técnicas para fazer a prevenção e o tratamento de problemas bucais. A diferença da atuação desse especialista é o fato de ser especializado no atendimento a bebês, crianças e adolescentes.

Além de dominar os conhecimentos de odontologia, utiliza métodos diferentes para abordar o paciente, a fim de contornar a insegurança, a ansiedade, o medo e até mesmo a agitação natural da infância.

O consultório, na maioria das vezes, é adaptado para atender às necessidades dos pequenos. A decoração é diferenciada, mais lúdica; os ambientes são mais agradáveis, com cores alegres; há brinquedos e outros atrativos para que as crianças se sintam à vontade.

Por isso, é mais interessante que elas sejam acompanhadas por um odontopediatra, afinal, ele tem o preparo necessário para lidar com as especificidades desse público. Assim, o tratamento alcança melhores resultados e a criança se sente mais bem acolhida, aceitando os cuidados sem traumas.

Por que levar bebês ao dentista?

A recomendação é de que a primeira consulta ao odontopediatra aconteça antes de os dentes de leite nascerem, ou seja, antes dos seis meses de idade. Isso porque as gengivas também precisam de cuidados, e o especialista aconselha os pais sobre como cuidar da higiene bucal do bebê.

Ele acompanha o desenvolvimento dos pequenos, observa se o crescimento dos dentes está ocorrendo do modo correto, se a criança de fato tem todos eles e se poderá acontecer algum problema. Desse modo, adota medidas que favoreçam um crescimento saudável.

Os retornos ao odontopediatra devem acontecer conforme a recomendação do especialista, baseado na necessidade de cada criança. O ideal para adultos é uma consulta a cada 6 meses, mas, para os pequenos, nesse tempo já houve uma mudança expressiva. Portanto, converse com o profissional para que ele determine o período correto do retorno para o seu filho.

O que acontece nas consultas de odontopediatria?

Os bebês que ainda não têm os dentes de leite são avaliados pelo odontopediatra, que examina a língua, as gengivas e a cavidade oral de modo geral para observar se as condições estão favoráveis para o nascimento dos primeiros dentinhos.

Ele também faz recomendações sobre como cuidar das crianças para evitar problemas e doenças bucais. Caso seja necessário, o odontopediatra solicitará radiografias para observar as estruturas internas e investigar possíveis problemas.

Se a criança já apresentar alguma condição que exija tratamento, como uma cárie, o especialista realiza o procedimento de modo mais confortável para ela, evitando que o problema se agrave e seja necessária uma abordagem mais complexa.

O que considerar para escolher um bom odontopediatra?

Os cuidados com os dentes na infância se refletem na saúde bucal no futuro. Por isso, é muito importante que os pais escolham com cautela o profissional que acompanhará seus filhos, afinal, será nesse momento da vida que eles aprenderão a importância dos cuidados e incorporarão hábitos saudáveis. Veja a seguir algumas dicas para fazer uma boa escolha:

  • observe a formação do profissional;
  • analise a opinião de outros pacientes;
  • confira a estrutura do consultório;
  • observe se o espaço é personalizado para crianças;
  • veja se há investimento em tecnologias;
  • avalie o atendimento de toda a equipe.

Viu como a odontopediatria é essencial para garantir que as crianças tenham boa saúde bucal e, no futuro, sejam adultos conscientes da necessidade de cuidar bem dos dentes? Então, não deixe de levar seu filho à consulta com esse especialista e, em casa, estimule hábitos saudáveis para complementar a atuação do profissional.

Seu filho já se consultou com um odontopediatra? Quando aconteceu a primeira consulta? Deixe seu comentário e conte para a gente!


  • Compartilhar: